Presidente, a democracia existe porque EU QUERO

Sem ainda ter superado a urina que espalhou pelo Twitter no Carnaval, Jair Bolsonaro aproveitou para dar mais uma cagada.

Em cerimônia do 211º aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais nosso Presidente afirmou que a democracia só existe se as Forças Armadas “assim o quiserem”.

Trata-se de um pensamento tão raso, limitado, frágil e demente que a autoria não pode ser questionada. Apenas Bolsonaro ou um de seus seguidores poderia fazer tal afirmação com tamanha naturalidade.

(Rio de Janeiro – RJ, 07/03/2019) Palavras do Presidente da República, Jair Bolsonaro.
Foto: Marcos Corrêa/PR

Afirmação contrária à lei

A Constituição da República define as Forças Armadas em seu artigo 142:

Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

Numa leitura rápida, podemos entender duas coisas:

a) O Presidente da República é a autoridade suprema das forças armadas;

b) O objetivos das forças armadas são:

  • Defender a pátria;
  • Garantir os poderes constitucionais;
  • Garantir a lei e a ordem;

Não é por iniciativa das forças armadas que teremos resguardada a democracia. Ela está garantida pela vontade do povo, expressa no primeiro artigo da Constituição:

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos: […]

Caro Presidente, a democracia não é opção das forças armadas, mas sim obrigação!

O que cabe ao Exército, Marinha e Aeronáutica é respeitar aquilo que a Constituição determina, afastando-se de quaisquer devaneios de participar da organização do Estado. Na história do nosso país, quando as forças armadas decidiram agir de outra forma, enfrentamos um regime ditatorial e assassino.

É evidente que Bolsonaro não sabe o que é democracia, apesar de sua extensa carreira política. Ainda assim, estarei aqui para lembrá-lo que a democracia me pertence. Nos pertence. Pertence ao povo brasileiro.

 

Pedro Henrique Rodrigues da Silva

Pedro Henrique

Esse silêncio todo me atordoa. Atordoado eu permaneço atento.

Você pode gostar...

Quer falar disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: